… dos medos

Publicado: 20/04/2006 em poesia

MEDO
Ele me deu um beijo na boca
Me deixou nua
Completamente vestida
Quando toca ele machuca
Diz coisas obscenas
Me deixa insana
Mas às vezes
Não se explica e foge do prazer
Por pura fobia
Não se entrega à nossa folia
Quando relaxa descuidado
A doçura transparece
Em meio àquele sorriso
Que desconfiado me ri
Aí não dá para esconder
Que toda confusão
Foi enfim
Por puro medo da paixão

.
(Sarah >maio/90)

Anúncios
comentários
  1. Ignacio disse:

    Hola, conoces algún traductor en internet de portugués a español??

    Me parecen interesante tus escritos (son originales tuyos?)

    Saludos

  2. Sarah disse:

    Ignácio … obrigada!
    Respondi em um dos seus Blogs (das pinturas) sobre tradução. Veja lá!
    😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s