Um jardim secreto

Publicado: 07/05/2006 em me myself and I, mulher, poesia
Tags:, ,

Tenho o dom do mistério
Cultivo o extremo prazer
De interpretar os signos
E desvendar o amanhã
Busco nas pessoas certos significados
Que não permanecem
À flor da pele
E quase não se vêem
Mas se pressentem
Não conheço aparências
Não são elas que verdadeiramente
Me revelam
Dentro de mim carrego o que não pode
Representar-se
Fascina-me
O mais profundo do ser
As partículas ocultas do universo
Mergulhar no inexplicável
Extrair o inconfessável
Desabrocho assim
Velada
Diante de olhos perplexos
Uma exótica flor
Num jardim desconhecido

.

 

 

 

(Sarah >Fev/1990)

Anúncios
comentários
  1. Niels Mikkelsen disse:

    Oi gata, que poema lindoooo – você é uma exotica flor, viu – beijos Niels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s