DES-fazendo

Publicado: 16/12/2006 em romance

Era a fome de um beijo, queimando ainda em seus lábios, que a deixava assim absolutamente farta da saudade que acompanhava os dias e noites de sua solidão. Vagava junto a ela pelas ermas calçadas daquele tortuoso caminho, onde trôpega tentava cobrir os mesmos passos, ainda frescos sobre o barro, deixados muito antes de tocar os lábios daquele desconhecido.


Sarah K > dez/2006

(foto: Jacek Gąsiorowski)

Anúncios
comentários
  1. Mel disse:

    “Era a fome de um beijo, que ainda lhe queimava os lábios(…)”

    Vc lê pensamentos?
    🙂

  2. Marcelo _SSA_Ba disse:

    Oi Sarah, já responí seu comentário lá no blog……………>>>>>>>>>>>>>Putz, meu alimento preferido é a boca!

    BJS e Bohummmmmmmmm FDS!

  3. Mel disse:

    Quem sabe não acabo voltando…
    🙂
    Apareça por lá! Bjo

  4. Naeno disse:

    A carência de amor, de sentir-se amado deixa mais que sauade, muito mais que tristezas, deixa a apatia, o desejo pelo nada.a

    Naeno

    Um beijo

  5. *£ua* disse:

    O que um beijo não é capaz de fazer, não é mesmo???
    Perfeito!!
    xD

    Bjus

  6. Lidiane disse:

    Solidão…
    Às vezes, parece que a solidão brinca com os dias e as horas…
    E, rouba beijos que deveriam ser nossos.

  7. fabianA disse:

    Seu blog está liiinnndooo!!
    amei o novo templete.
    ne preciso falar de suas escritas – otima,s como sempre.
    sobre essa depre de fim de ano, agradecemos que o ano tem soh 365 dias, certo?!
    hehe
    bjoca

  8. Segunda Pele disse:

    Muito bom seu texto, me fez me perder por uns instantes.
    E essa música.. hipnotiza. rsrs

    Beijos!!!!

  9. Ricardo Rayol disse:

    Ah o beijo roubado de um decosnhecido… quanta coisa não deve trazer

  10. Lúcia disse:

    Andar pelos mesmos passos, deve ser pra encontrar aquele mesmo alguém… para beijar na mesma boca. Beijos e boas festas com saúde!

  11. Papoila disse:

    Adorei o texto!
    Deambula perdida à espera de encontrar O Beijo!
    Bom Natal
    Beijinho

  12. Sr. Eulálio disse:

    Porque deste mesmo barro,
    soprado pelo hálito divino,
    ele veio para buscar em ti
    a rubra orbe que ofereceste;
    E assim completarem a Criação,
    em una-alma moldada e transfigurada
    pelos vagantes passos do teu coração.

  13. Lidiane disse:

    Saudade dói.
    E por isso, que venham beijos e amores. Beijos roubados e dados.

  14. Castelo da Vampira Olímpia disse:

    Bateu saudade da minha amiga Saroca…
    beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s