Ufanismo “sem noção”

Publicado: 07/01/2007 em cinema, comportamento

Há mais ou menos um mês recebi um mail tipo abaixo-assinado, passe adiante para toda sua lista e blá blá blá (veja AQUI o conteúdo) … O mail conclamava todos a boicotarem o filme TURISTAS. Achei-o completamente sem propósito e apaguei.
A verdade é que não vou assistir este filme, não porque concorde com estes ufanistas de ocasião, não assistirei simplesmente porque considero este tipo de filme uma porcaria cinematográfica, um pastelão de terror, tipo de filme que não me atrai nem me acrescenta. Não assisti Albergue, nem outros do gênero.
No mail os ditos “patriotas” acusavam o filme de sujar a imagem do Brasil no exterior, o que por conseqüência viria a prejudicar o turismo estrangeiro no país. Será que eles pensam mesmo isto …?? Não acredito! Nós mesmos aqui, com nossa triste realidade, já afundamos o país na lama e vivemos com o pescoço esticado para não deixar que ela entre de vez pelo nosso nariz. O que um filme de discutível qualidade pode acrescentar a toda esta verdade gritante? Será que estas pessoas não lêem os jornais ou pelo menos não assistem tv? Está aí estampado para quem quiser ver: assaltos diários a turistas no Rio de Janeiro, sob as barbas da polícia. Para que pior propaganda que esta?
Daí comecei a pensar como brasileiro é engraçado, ou melhor dizendo, incoerente. É claro que toda regra tem exceção, mas a maioria dos brasileiros está nem aí para um posicionamento politicamente correto, joga lixo no chão, pára sobre a faixa de pedestre, estaciona em vaga de deficiente físico, nos coletivos ocupa o lugar dos idosos, reelege político corrupto e depois se queixa quando os eleitos por eles aumentam absurdamente os próprios salários, e mais um monte de posturas babacas que envergonham alguns mas que é na verdade o comportamento da grande maioria.
Foi pensando nisto, que outro dia quando recebi um mail de um amigo do orkut falando que ia assisitir TURISTAS, que me solidarizei com ele. Não assistindo, mas com o seu pensamento.Olha o que tinha escrito no mail:
“Brasileiro é engraçado…
Brasileiro faz de tudo para pagar menos imposto.
Brasileiro move mundos e fundos para escapar do Serviço Militar.
Brasileiro avança sinal vermelho, pára em cima da faixa de pedestres, estaciona em fila dupla, coloca engate no carro para “proteção”, compra toca-fitas roubado, adultera a placa do carro para não levar multa, dá uma “cervejinha” para o guarda.
Brasileiro faz “gato” para não pagar água, luz e TV a cabo.
Brasileiro elege uma cambada de ladrões para governar o Brasil. Quatro anos depois, o brasileiro reelege a cambada.
Brasileiro joga papel no chão e urina na rua. O cachorro do brasileiro faz cocô na rua e o brasileiro não recolhe.
Brasileiro vandaliza trem, banheiro, metrô, ônibus, orelhão, estátua, túmulo, propriedade pública ou privada.
Brasileiro gosta de levar vantagem em tudo.
Brasileiro gosta de furar fila, de ser mais esperto que os espertos.
Brasileiro cheira cocaína, fuma maconha. E depois vai fazer passeata contra a violência.
Brasileiro trata mal e explora o turista. E também assalta e mata o turista. Brasileiro ganha muito dinheiro com o turismo sexual.
Brasileiro aplaude filme americano que mostra os podres dos americanos, aplaude o Michael Moore e aplaude aquele cara que passou um mês comendo Big Mac.
Brasileiro não gosta de ver os próprios podres, mas adora ver os podres dos outros.
Aí aparece um filme americano que mostra os podres do Brasil, certas verdades incômodas. Brasileiro tem um surto de patriotismo rastaqüera, se enrola na bandeira e xinga, esperneia, reclama, discursa. Até parece época de Copa do Mundo.
Brasileiro é hipócrita.
Brasileiro é essa merda que o filme americano mostra.”
Este texto foi extraído de uma comunidade do orkut e também pode ser lido aqui no site de JR OLIVEIRA. Leiam também um ótimo artigo sobre o assunto em DUPLIPENSAR.

.
Então me digam uma coisa, boicotar o filme vai resolver algum problema deste país? Vai melhorar nossa imagem internacional?? Se quisermos realmente melhorar alguma coisa, que comecemos a repensar nossa postura política, isto sim é indispensável.
Deixo aqui um texto de Brecht para reflexão, que exemplifica muito bem esta nossa realidade de cegos em meio a um tiroteio:
“O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.”

Tanta coisa para fazer por este país e um monte de gente preocupada em boicotar um filmeco de qualidade duvidosa (???). Durmam com um barulho deste, mas não usem o “boa noite Cinderela” [riso cínico]!!
(Sarah K > jan/2007)

Anúncios
comentários
  1. Castelo da Vampira Olímpia disse:

    Boa tarde, Saroca!
    Acho uma delícia sair do meu caixão e me deparar com textos gostosos de serem lidos assim, em plena 14:15 rs.
    Fiz bem em deixar meu caixão um tempo rs.
    Umas das verdades que vejo em seu texto é exatamente um protesto quanto à educação política dos brasileiros. Vivemos em PÓLIS, ou seja, cidades, sociedades. Com regras, instituições, normas, culturas; quer dizer, com política. Ser ignorante em termos políticos, sem querer chutar tudo pro inferno, é ser ignorante em tudo. Ignorante no sentido de saber mesmo.
    Eu também não assisti “Turistas”, mas tento não ser turista de meu próprio país…

    “eu me sinto um estrangeiro,
    passageiro de algum trem
    que não passa por aí…”

    beijão.

  2. w.Moscolini disse:

    Também recebi este e-mail, prefiro não expressar a minha idéia sobre isso, mas concordo em partes com sua maneira de pensar, não assistirei a este filme pelo mesmo motivo aqui postado.

  3. Lidiane disse:

    Oi, Sara.
    Recebi esse email também. Não vou assistir porque, sinceramente, o tempo é pouco pra ficar vendo porcaria. Nem a propaganda contra aumentou a minha curiosidade (ou não-curiosidade).
    Sabe, está passando da hora do brasileiro parar de reclamar e fazer. Se as crianças estão nos sinais, cada um, faça a sua parte. Não resolve. Mas ajuda.
    Se tem gente morrendo de fome, ajude.
    Se há crianças sem pais, adote um filho.
    Reclamar é fácil.
    Eu, no que posso, tento fazer minha parte.
    Eu, sinceramente, faço boicotes solitários e silenciosos a um monte de coisas. Se não concordo, não vou, não compro, não assisto.
    Se quero ajudar, vou lá e ajudo e pronto.

    Beijinho.

  4. Fê_Notável disse:

    Olá Sarah querida!
    Já pensei sobre este filme e sobre tudo o que foi dito sobre ele… sabe o que eu acho mesmo?! que grande maioria dos brasileiros se acham OS partiotas, qdo na verdade não sabem nem qual é o significado desta palavra. Se nós cuidássemos do nosso país como ele merece, nada estragaria a imagem que as pessoas têm daqui. Agora, é isso mesmo o que você falou, é muita hipocrisia achar que um filme vai estragar a imagem do nosso país, sendo que todas as barbaridades que acontecem aqui está estampado nos jornais do mundo todo!
    bom, é isso que eu penso. Quanto ao filme, não vou ver, não… não vou perder meu tempo! hehehehe

    Beijão pra você e um lindo 2007!!! =)

  5. arkam disse:

    Sarita, é um prazer estar aqui no seu blog. adorei, ficou a sua cara.

    qto ao filme Turistas, é comum essa visão distorcida do Brasil, como em vários filmes tipo Anaconda e outros. p. ex., “O monstro da lagoa negra” (1956, dir. Jack Arnold) é sobre um monstro aquático humanóide descoberto na Amazônia…
    e todo bandido foge pro RJ…
    então os americanos sempre tiveram essa imagem de nós. acham que o Brasil é terra de Carmens Mirandas e de cobra no asfalto. e agora, graças ao terrível “Cidade de Deus” , somos a nova Colômbia.

  6. Bill disse:

    Devo dizer que sou da mesma opinião que você…
    Esse e-mail que rodou a web só serviu para fazer propaganda desse filme meia boca…
    E ainda tem gente que fica bravo com as informações do filme sobre o Brasil hahha, gente realmente cega.

    Beijo dona moça e otima semana pra tu

    :**

  7. Sr. Eulálio disse:

    Uai, e é filme de Terror?
    E eu que pensei que era um documentário… 😉

    Odeio filmes de terror. Eles vampirizam os nossos já caros éteres e hoje em dia é o gênero mais indicado pelas locadoras para o público infantil (infelizmente vejo sempre isso acontecendo).

    Vi o trailer deste aí. Muito interessante. A Floresta Amazônica, que é morada de macacos asiáticos e de cientistas-comerciantes malucos, fica nas redondezas da Capital brasileira, que é Buenos Aires (aquela que tem o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar).

    A trama então deve se desenrolar brilhantemente, imagino eu. Talvez com a participação especial dos grupos Sendero Luminoso e FARC, e de alguns índios canibais, além de outros animais da fauna local tipo tigres e elefantes, esse filme deve fazer um fiel retrato da realidade brasileira, como tão bem os norte-americanos conseguem expressar em suas obras de arte.

    Se tiver chave dentro do olho de alguém, ou escorregador de gilete que para cair em piscina de methiorlate eu recomendarei para os meus sobrinhos.

    Abraços!

  8. Lúcia disse:

    Engraçado, falam tão mau do nosso país, mas onde que todos os turistas vão passar férias? Vem pra cá, é claro! Porque aqui tem beleza, tem calor humano, tem músicas maravilhosas, muito samba e axé. Mesmo com toda violência, os americanos vem curtir aqui no Brasil. Também sou contra esse filme, que nem assistir ainda. Tenho que pensar muito pra ir ao cinema e me decepcionar. Um beijo…

  9. w.Moscolini disse:

    Lí os poemas, e os adorei. Dá pra sentir sabia? Cada momento que você passou alí é perceptivo… e pensar que algumas pessoas acreditam que vc estava apenas brincando com as cores!

  10. Marcelo disse:

    Oi Sarah, tambem rcbí este e-mail e fiz aquele ar de tô repassando, não pus nenhum comentário, eu estava verde na opinião, quando amadurecí fiquei parecido vc…não boicotei ou não assistí por ser um genero que não me atrai e depois por ser uma ficção + acho que tenha de ser exibido até com a revolta leiga da população prá ver se “nos” tocamos os governantes e segurança publica de que estamos numa guerra urbana não é diferente a violência aos turistas no RJ, SP, MG,BA,CE,PE e em todas as estrelinhas de nossa constelação isso para os turistas e que diremos de nós que somos “premiados” a aqui permanecermos por 365 e às vezes 366 dias?

  11. laura disse:

    Excelente comentário Sarita, e vale como tanta coisa, nao só para o Brsl senao tb para países como o meu.
    Mas mesmo assim me pergunto, quanto à filme, será pior q um a que assisti ontem chamado La Novia del agua ou coisa semelhante? rsrs
    nossa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s