Salvador – 458 anos

Publicado: 29/03/2007 em cotidiano

Hoje nossa cidade completa 458 anos.

Não sei se temos muito a comemorar, problemas se acumulam, o crescimento vertiginoso da violência urbana, crescimento desordenado, trânsito cada vez mais caótico, necessidade urgente de um transporte de massa eficiente, desigualdades sociais que gritam diante dos nossos pára-brisas diariamente nos semáforos.

Quem nos salvará de tanta dor?

Sem respostas deixo um poema de Gregório de Mattos, ironicamente tão atual.

“De dois ff se compõe
esta cidade a meu ver:
um furtar, outro foder.
Recopilou-se o direito,
e quem o recopilou
com dous ff o explicou
por estar feito, e bem feito:
por bem digesto, e colheito
só com dous ff o expõe,
e assim quem os olhos põe
no trato, que aqui se encerra,
há de dizer que esta terra
de dous ff se compõe.
Se de dous ff composta
está a nossa Bahia,
errada a ortografia,
a grande dano está posta:
eu quero fazer aposta
e quero um tostão perder,
que isso a há de perverter,
se o furtar e o foder bem
não são os ff que tem
esta cidade ao meu ver.
Provo a conjetura já,
prontamente como um brinco:
Bahia tem letras cinco
que são B-A-H-I-A:
logo ninguém me dirá
que dous ff chega a ter,
pois nenhum contém sequer,
salvo se em boa verdade
são os ff da cidade
um furtar, outro foder.”

.

(foto: Pierre Verger – rampa do Mercado nos anos 40)

Anúncios
comentários
  1. elisabete cunha disse:

    Sarah
    Fantástico seu texto…
    Verdade nua e crua para quem mora em Soteropólis e divide a dor e a alegria de ser Soteropolitana..
    beijo!

  2. Unzuhause disse:

    Oi Sarah!

    Valeu pela visita! Unzuhause quer dizer algo como o “não estar em casa”, experiência existencial de angústia, que expulsa o homem do sentimento anterior de familiaridade com o mundo, segundo Heidegger afirma no livro Ser e Tempo.
    Parabéns, Salvador! Mesmo com tantas feridas, que aliás são muito semelhantes às de Sampa (de onde sou) e do país todo.
    Beijos! tb linkarei teu blog.

  3. Lidiane disse:

    Sarah.

    Salvador é minha cidade do coração, mas todo ano, a cada vez que eu passo aí, me entristeço com o descaso com que ela é tratada.
    😦
    É triste ver a cidade em que eu nasci, tão linda, se transformar no que eu vejo.
    Mas tenho fé.

    Beijos.

    P.S. E não, não são apenas adolescentes. São alunos de faculdade.

  4. Claudia disse:

    É isso mesmo.. Vc está certíssima..
    Mas como em carnaval, escrevi um texto muito crítico, resolvi maneirar no níver da nossa soterópolis..rs..
    Bjo e obrigada pela visita..
    Bjks..

  5. Vinícius disse:

    Oi, Rapunzel. vim filar a bóia da festinha hehehehe
    O Brasil está todo assim, caótico. e a tendência é piorar.. mas deixa minha opinião pra lá pq sou muito “seco” rs ;). Cadê minha cerveja? com ela calo a boca rapidinho
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    beijão saudoso, Trovão.

  6. Sarah disse:

    Hahahaha Trovão seco … vc se lembra disso?!! (rindo muito aqui)
    Que bom te receber na minha festa, adorei!!

    Mas sabe porque me queixo? Salvador há um ano atrás era uma cidade tão mais legal, mais humana, muito menos violenta. Está sendo uma mudança muito veloz e muito brutal … terrível!
    Sem contar que este pref é uma m***a
    😦

    Volte sempre, sua secura é sempre bem vinda … rssss

  7. Ricardo Rayol disse:

    parabéns aos soteropolitanos.

    Não sabia desse meu lado esquizofrênico? rs

  8. Vinícius disse:

    tá bom.. vc pediu minha opinião kkkkkkkkk
    Rapunzel, o que acontece é que essa ilusão de que se arruma emprego em São Paulo e Rio de Janeiro acabou, ou vem acabando. Então, outras capitais estão recebendo pessoas que saem do interior para tentar algo mais vantajoso na vida.. por isso é que a tendência é piorar! Votem mais uma vez no cabeça dura do Lula.. votem.. rs 😉
    beijão e boa festa!

    Ah a cerva tava boa demais, geladíssima rs 😉

  9. Castelo da Vampira Olímpia disse:

    Cheguei no brinde com Trovão rs!!! Tim-Tim e viva Salva-a-Dor!!!
    Saroca,
    mesmo com tantas desigualdades, violências e demais injustiças, a Bahia é mágica e tem uma energia fora de série… Curadora mesmo…
    Viva a Bahia! E viva os baianos e as baianas rs!
    Parabéns, Saroca.
    Beijos

  10. N disse:

    Oi Sara,

    o artigo é muito negativo – PARABÈNS mesmo, na cidade há muito mais vantagens que desvantagens 😉

    Beijo, N Mikkelsen!

  11. Sarah disse:

    N,
    É que você não está vivendo aqui o dia-a-dia dos últimos tempos.
    Vir de turista é uma maravilha, mas vem, vem viver aqui, com esta
    violencia assustadora que crece vertiginosamente, o crescimento mais assustador ainda da miséria e da desigualdade social, este transito caótico que te deixa horas prá ir num lugar razoavelemtne perto.
    Vc não imagina como essa cidade era boa, muito boa, hoje em dia
    é só alguma coisa do que foi, da qualudade de vida que tinhamos.
    Estou triste com isso, por isto desabafei no meu blog.

  12. Bill disse:

    Uma pena dona moça que nem tudo sejam flores 😦 muito triste.

    Belo poema… Cheio de verdades.

    Beijo moça…

    :*

  13. José Alberto Farias disse:

    É isso! Por mais que fodam e furtem, Salvador resiste, bela e mágica.

  14. marcelo disse:

    Salvador repaginada e legal no teu texto 458 anos com corpinho de periguete….e gregória + atual impossivel!

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s