Momento mágico

Publicado: 12/05/2007 em romance

A campanhia toca enquanto, pela janela, vejo o sol sendo lentamente devorado pelo horizonte recortado.
Abro a porta, ele entra reticente, seu All Star azul desliza pelo piso brilhante do hall meio encoberto pelo jeans e meus olhos passeiam, ávidos, pelos músculos das suas pernas, bem marcados através do jeans, até chegarem ao peito, onde se estampa um sol branco de um brilho somente ofuscado pelo riso que encontro quando encaro seu rosto. Abrigado num sorriso largo e feliz, próprio de quem emana plena satisfação, ele me encara e diz “oi!”, dá dois beijinhos estalados e senta-se no sofá meio encabulado. Repentinamente fica sério parecendo querer guardar a felicidade que sente só para si e a magia se quebra feito frágil porcelana. Tento conviver com aquela instabilidade momentânea, como se olhasse para um céu enevoado, e espero até que as nuvens se afastem, devolvendo as cores vivas daquele quadro à minha frente. Diante de mim um misto de receio, entusiasmo, incerteza e satisfação. Em mim, sentimentos conflitantes criam um turbilhão confuso de questionamentos.

Tensão.

Quando tudo parece estar irremediavelmente perdido, ele retoma o sorriso, ainda temeroso, levantando e vindo em minha direção. O sol, afundado em algum lugar do horizonte, deixa a sala na penumbra, enquanto ele, envergonhado encosta de leve seus lábios nos meus, como se esperasse aprovação ou receasse alguma rejeição. Deixo minhas mãos deslizarem pela sua nuca e subirem até os cabelos, enquanto roço minha língua docemente pelo seu lábio, invadindo lentamente aquela boca. Ele corresponde, me abraçando firme e colando seu corpo ao meu.

Resistências vencidas enfim, nos afastamos por um momento.

Bocas entreabertas… corpos magnetizados… sorrisos soltos… mãos inquietas…

Olhares hipnotizados e brilhantes fazem a sala escura, intantaneamente, iluminar-se.

.
(Sarah K > maio/2007) ………………………………………………… … (foto: desconheço o autor)

Anúncios
comentários
  1. vanda disse:

    Adorei o texto! Fiquem sem palavras…hoje estou com saudades!!Bobinha de todo…

    beijos e bom fim-de-semana

  2. Claudia disse:

    Poxa, o texto é uma delícia..
    E essa música, ah… Altas lembranças…rs..
    Bjo.

  3. Mel disse:

    Incrivelmente inspirada, heim?
    🙂
    Bom domingo pra ti, Sarah! Beijo

  4. Papoila disse:

    Olá Sarah!
    Um texto delicioso com música a acompanhar…
    Asorei!
    Beijo

  5. Castelo da Vampira Olímpia disse:

    Saroca,

    lindo seu texto, lindo seu conto…
    Mágico…
    Ótima semana pra ti.
    beijos.

  6. Ricardo Rayol disse:

    As incertezas dos encontros são o que temperam a vida. adorei.

  7. Clementine disse:

    Oi, belo post! Aproveito para convidar você a fazer uma visitinha no meu Cara Que Teres! Postei um novo texto, apareça e deixe suas impressões. Abraço.

    Clementine – http://caraqueteres.blogspot.com/

  8. Unzuhause disse:

    Sarah! Gostei muito de teu texto, Lindo com vc tem a virtude da análise firme e a da beleza lírica, dá gosto de ler, vc tem gosto com as palavras, e as palavras gostam de vc. beijos

  9. Jhé Cruz disse:

    o amor sempre trás luz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s