(in) FINITO ÉS

Publicado: 28/07/2007 em reflexões, romance

 foto: Aaron Chang

Ele olhou para ela e pensou na finitude. Não, não queria o fim! Olhou-a e tentou ver as paralelas no infinito dos seus olhos. Viu-se então refletido ali, mas não como tantas vezes se vira docemente mergulhado num lago tranquilo. Agora parecia perdido num mar revolto lutando inutilmente contra ondas furiosas que lançavam-se contra ele. Debatia-se em vão.

Porque o fim é tão frio?
Tentou inutilmente aquecer-se fechando o casaco contra o peito, mas era o frio da alma que lhe doía nos ossos. Buscou o calor das lembranças, quem sabe delas viesse o ardor, a febre … o fogo. Buscou assim o fogo da paixão que outrora flamejara, mesmo sabendo que aquelas labaredas jaziam agora mortas e apagadas pelas implacáveis ondas daquele frio olhar.

Por fim fechou seus olhos resignado, e se deixou afogar em silêncio por aquelas mesmas ondas que um dia, calmas e tépidas, levaram-no ao encontro daquele olhar que parecia prometer o infinito.
.

Anúncios
comentários
  1. Marcelo disse:

    aiiiiiiiiiiiiis que dor escrita linda!!!!

    BJS E BOM FDS!!!!

  2. Mel disse:

    Fins são frios, são estranhos, são cheios de vazios… Mas possibitam novos olhares… De tudo que nos cerca, principalmente de nós mesmos.
    Um lindo fim de semana, Sarah.
    Beijos

  3. Lidiane disse:

    “Por que o fim é tão frio?”

    Sara, essa pergunta foi magistral.
    E a resposta deve ser dolorida.

    Beijo.

  4. Fabiiiii disse:

    Oi, Sarita!!!
    qnt tempo, heim?
    Pois eh, sai mas ja voltei ao orkut, vou ver se te encontro por lá.
    eu tava viajando ha 1 mes e so vi agora sua indicação ao meu blog.
    suuper obrigada, mas nem sei se mereço
    saudades
    bjins
    fabi

  5. elisabetecunha disse:

    Sarah

    Que conjunção perfeita……….
    letras inteligentes ao som magnifíco da minha Billiy Holliday!
    sacanagem!
    🙂

  6. Ricardo Rayol disse:

    por que o frio é o fim? por mim seria um inicio muito auspicioso 🙂

  7. Bill disse:

    E desse frio que começamos a caminhar novamente…

    Bela escrita, carregada de sentimentos que passam das letras…

    :*

  8. Amélie disse:

    Frio e Billy Holiday? É golpe baixo! Só falta o capuccino e o resto a gente improvisa!

    Beijocas!

  9. vanda disse:

    Olá Sarah, vi-me nesse texto…exactamente como me sinto neste momento!!

    Passe lá no meu blog tem um “doce” para ti
    beijos e boa semana

  10. ariane disse:

    infinitamente lindo!
    o fim congela, trinca e quebra o coração, para que depois ele
    se reconstrua com o calor de um novo começo…

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s