Em busca do espécime perdido

Publicado: 29/01/2008 em crônica, humor

Hoje uma sessão besteirol prá relaxar, afinal falar sério o tempo todo cansa … rs. Mas prá falar a verdade, isso tudo me faz lembrar que estou cheia de planos românticos, mas esta terra … Afffff, rs!

A solução é morar em New York! Levantei-me subitamente, pensando cá com meus botões, após uma sessão de dvd. Bem, não tenho certeza disto, mas que estão tentando me convencer, estão! O único problema é que eu não suporto a ideologia americana. Mas continue lendo, talvez você consiga ajudar-me neste dilema.
Está bem, está bem, não é tão fácil assim. É fato: i don’t speak english, leio um pouquinho, mas tenho um inglês macarrônico que chega a beirar o ridículo e não é nada fácil conseguir um visto (relaxem, eu não assisti América!).

Ok! Todos devem estar se perguntando por que repentinamente quero mudar-me para New York, logo eu que nem curto a sociedade americana, acho-a terrivelmente capitalista, degenerada, de um humor bestial e tosco, e metida à m…. . Logo eu que vivo na Bahia, paraíso tropical, sol o ano todo, axé o verão inteiro e forró para completar o resto do ano! Aqui você sempre tem com quem dançar (isto é vantagem?), mas se é um espécime solteiro do gênero feminino … tsc, tsc, pergunte ao IBGE!

Bem, chegamos ao “X” da questão. New York… Manhattam… Vocês já viram um lugar sobre o planeta com uma quantidade mais surpreendente de espécimes do gênero masculino disponíveis? E o melhor de tudo, interessantes, bem sucedidos, inteligentes, bonitos e bem resolvidos? Não, não sou eu quem afirma isto, mas Hollywood … Ah, e quem sou eu para contestar?!!! Afinal o paraíso para as mulheres single foi descoberto!
Se você assistiu a série “The Sex and the City” sabe do que estou falando. Alguma vez aquelas mulheres ficaram sem namorado? Todos lindos, maravilhosos, gostosos e inteligentes. Ok, tinham uns chatos também, mas eram uma minoria incipiente. No final todas estavam seriamente comprometidas com um belo espécime deste gênero.
O Nirvana existe!? Juro para vocês que tentei convencer-me dizendo: não se impressione garota, são coisas fantasiosas, contos americanos do século XXI.

Hoje, mais uma vez assisto à mesma estória na minha telinha, mas agora com o meu queridíssimo Woody Allen, no seu “Melinda and Melinda” … perfeito nas suas interpretações e análises psicológicas, sempre enfocando os dramas humanos de uma forma inteligente, irônica, sagaz, espirituosa, bem humorada e … E o que mais?? Adivinhem??!!
Sim, também a New York de Woody, que não é nenhum exemplo de otimismo, está cheia de homens disponíveis, inteligentes, gostosos, interessantes, bonitos, bem sucedidos … Sim, uns desinteressantes também, off course!
Melinda, uma mulher deprimida, abatida, insegura, ansiosa – num dos casos – em dois tempos consegue arranjar um namorado fabuloso, músico, interessante, inteligente. A outra Melinda – no outro caso – mesmo sendo uma mulher complicada, estressada, passional, consegue despertar paixões em diversos homens que a disputam.
Comecei a pensar naquela velha frase: “a vida imita a arte”. Então, e nós, mulheres analisadas, inteligentes, lindas, práticas, emancipadas, soteropolitanas ou não, não podemos também? I don’t know
Mas em todo caso, corram para um curso de inglês, providenciem um visto urgente, revejam suas ideologias e fiquem de olho no câmbio. E reflitam, reflitam muito: a felicidade mora ao lado ou no hemisfério superior dentro da grande maçã?! Não posso afirmar com certeza, mas segundo um filósofo de botequim: “Não existe caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho”. E pode ser o caminho do aeroporto.
Em todo caso, good luck, seja qual for o hemisfério!
Oh! And the single, smart, pretty, interesting, fabulous and sexy man…? Não sei… Tem algum lendo isto?

(publicado originalmente em novembro/2005)

Anúncios
comentários
  1. Anonymous disse:

    ahhnnnn… quem, eu? ;^)

  2. Niels Mikkelsen disse:

    🙂
    Já discutimos o assunto, né – hmm – é difícil – aqui o contrario acontece !

  3. Dunya disse:

    cadê que eu sou uma espécie de Melinda e não me apareceu nenhum cara bonito, inteligente, maravilhoso?
    o cinema é uma mentira!
    😛

  4. Interaubis disse:

    não se iluda, são só ilusões audiovisuais.
    os americanos na verdade são gordos e feios…
    se bem que NY não é exatamente igual a média americana e Manhattan é literalmente uma ilha naquele mar de mediocridade!
    🙂

  5. […] Letters From The Soul created an interesting post today on Em busca do espécime perdidoHere’s a short outline […]

  6. Hum… Manhattan é diferente mesmo. Mas será que não está glamourizada demais por Hollywood ?
    E pensando bem… o que custa dar um pulinho lá para conferir ? Aproveita que o câmbio está baixo e boa viagem!!!! rsrsrs
    Um beijo.

  7. Mariposo-L disse:

    Sara ….. estou beje … não acredito que você uma mulher ” analisada, inteligente, linda, prática, emancipada, soteropolitana “, ainda acredita nos filmes Hollywood …..

    beijos

  8. Sarah K disse:

    Hahahahaha Mariposo …

    Eu é que não acredito que vc não sentiu o tom irônico do meu post …..

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    😀
    😀
    😀

  9. elisabetecunha disse:

    I love Bahia!!!!!
    Saroca
    Amei esse texto!!rsrsr
    perfeito!

    Baianas se entendem, rsrsrr!

  10. mariposo-L disse:

    Madame Sara Zoroastra …kkkk , entendi sim mas senti uma vontade de escrever isso ai em cima. Sabe, algo como não é a resposta certa mas é á que eu quero escrever ….kkk talvez seja descontrole neuronal, agente perde o controle dos neurônios e eles dominam… seus olhos e mãos …

    Outro beijo “sabor cenoura”…. kkk quem sabe amanhã mudo para rabanete ….

  11. Claudia disse:

    Eu adoro esse filme de Woody Allen, já vi algumas vezes na Sky…
    Tenho muita vontade de fugir daqui, mas não sei se seria para NY.
    Provavelmente Londres. Ou Toscana.
    Mas enquanto meu marido ainda não se convenceu, vou ficando doente por aqui. Eu falei doente? Pois é.
    BJo e boa sorte p vc.

  12. Ricardo Rayol disse:

    e se tudo isso for impossível, consultem a tabela do sujeito lá no memórias póstumas rs.

  13. Maria José disse:

    Sara,
    Pelo menos nos filmes isso funciona muito bem.
    Na semana passada houve até um reprise que é um um exemplo clássico: “Uma Linda Mulher”.
    Amei o texto.
    Beijos
    Bom Carnaval

  14. Mel disse:

    Sarah, então mude-se para New York, e logo! Mas não deixe de continuar com o blog e nos deixando teus escritos, por favor!!!
    E preciso ver esse filme… Confesso que às vezes acho o Woody Allen um chato, às vezes muito prolixo, mas sem dúvida, muito inteligente.
    Ah, agora somos vzinhas! Ainda estou ajeitando a casa, me perco até nos links!
    Beijos, Mel

  15. elisabetecunha disse:

    Sara

    Vai curtir o carnaval?
    TO FUGINDO………….

  16. Edson Marques disse:

    Sarah!

    Vale para as mulheres…

    Have fun: stay single!

    Mas no Brasil também temos pessoas lindíssimas (e disponíveis), de ambos os sexos.

    Tua crônica, porém, está deliciosa de ser lida!

    Abraços, flores, estrelas..

  17. Lidiane disse:

    Sarita.

    Estou em Sampa, você sabe, uma cópia tosca de NY, e digo, eu sou muito mais (muito mais) o homem baiano.
    E o carioca.
    E o gaúcho (apesar do machismo).
    Fuja de mineiros (risos). Péssimasssssssssssssssss experiências.
    Americano… nãooooooooo! O que você vê na tv, fica só na tv. Acredite. 😉

    Mas, o bom mesmo, é a gente amar e se divertir.

    Beijocas.

  18. Sarah K disse:

    Rssssssssssss….
    Gentem …. esta crônica é pura ironiaaaaa!!!!!!!

    Eu não quero nenhum americano não ….!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    😀
    😀
    😀

  19. w.Moscolini disse:

    Oi Sarah!
    São 23:28 da noite de quarta-feira. Acabei de assistir um filmeco americano. 12 homens e sei lá quantos mais segredos!!! Acredite, não vai encontrar nada lá, que aqui não tenha em dobro!
    Beijos…

  20. Rob disse:

    Sarah, existe um problema com a NY do cinema: é para lá que os monstros vão. Eu vi o trailer de Cloverfield – Monstro, uma coisa horrorosa de ruim (o bonequinho do Globo passou mal vendo o filme mas parece que sobreviverá graças aos avanços da medicina). Olha só a cena: um grupo está em Manhattan; aí sentem um abalo, saem do lugar onde estavam e vêm uma coisa gigantesca que deve estar a quilômetros dali. Qual foi a conclusão deles? Que aquilo (eles não sabiam o que era) estava indo pra Manhattan. Como se fosse o único lugar do mundo. A idéia de que o monstro fosse para qualquer outro lugar nem é considerada, pelo visto.

  21. elisabetecunha disse:

    sara

    A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
    Carlos Drummond de Andrade

  22. Amélie disse:

    PELAMORDEDEUSO….

    ONDE VOCÊ SE ENFIOU?

    SAUDADES!

  23. van disse:

    Americano é bonito em filme” Os comuns…tac…tac…Aí o povo se ilude com as caras que Hoolywood faz ou inventa.Os caras mudam de cara por exigencia do dono da emprensa que trabalham.abarço.

  24. livia disse:

    Sarah,americano baba.Sorte que tem muito dinheiro este foi pelo genio de judeus-europeus(sem conotaçao racista),ou europeus fugidosda opressão religiosa(os ingleses)colonia;dos europeus da primeira e segunda guerra.Nao duvido da capacidade deles,mas o que construiram tem muito dos imigrantes;muito dos negros(a musica,por exemplo).O ruim é a ânsia de lucro,sucesso(eles fazem porcarias e…vendem……SAO ótimos negociantes e pooliticos maquiavelicos).Depois da queda de Berlim,aí o mundo ficou como diabo gostas,digo ,americano gosta.O americano medio,protestante branco puro(?),se acham a nata da humanidade.Já vimos esta historia antes.

  25. Thiago disse:

    podem ser tudo isso e o caralho a quatro.

    mas não deixam de ser AMERICANOS.

    valeu.

  26. felipebreia disse:

    pra mim, eles que morrar…
    to me lixando pra esse povinho aí…

    olha o que o meu blog fala sobre a coca-cola…

    http://www.felipebreia.wordpress.com

    e nao deixe de comentar
    um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s