Interseções

Publicado: 16/12/2009 em poesia
Tags:,

Nas ruas descruzadas, vagavam
Viram-se sem saber
De pura imaginação, gostaram-se
Viveram alheios
Consumiram-se sem um fim
Perderam-se num vazio
Esqueceram-se enfim
Distantes agora
Procuram lembrar-se

Anúncios
comentários
  1. Mai* disse:

    Tava com saudade de vir aqui.
    Beijão!

  2. Melissa disse:

    Será?

    Sarah, deixo meus desejos de um feliz natal!
    Beijos

  3. Tina disse:

    Oi Sarah!

    EU também estava com saudade daqui, mas o trabalho me toma.

    FELIZ ANO NOVO! Muita paz, alegria, saúde e sorte em 2010!

    beijos,

  4. Marcelo disse:

    Sarita, linda poesia….foram consumidos pelo fogo do tempo!

    Bjs e Feliz Ano Novo 2010!

  5. Fê_Notável disse:

    Saudade de vir aqui! =)

    E lindo o poema… acho que já passei por isso, sei como é!
    Beijos =*

  6. Sal disse:

    recordar é viver, não é mesmo?!

    adorei isso aqui!!! parabens pela maneira linda c q vc escreve!!!

    bjo

  7. Tatiana disse:

    Estou divulgando meu novo blog
    http://www.gastronomiaefotografia.blogspot.com
    Se possível de uma passada lá!

    Atenciosamente
    Tati

  8. Sarah K disse:

    Pessoas,
    obrigado pela visita … feliz 2010 p todos vcs!
    beijos
    😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s