Arquivo da categoria ‘abobrinhas’

prinsapo

No fundo, no fundo, eu ainda espero o príncipe encantado(¹) que me levará para passear no seu corcel negro(²)… E, evidentemente, devo estar cansada, desmotivada, estressada, desencantada …ada, …ada, …ada, …ada

N.A.:
(1) homem heterosexual gentil, inteligente, bem humorado e apaixonado
(2) sim, eu tenho carro, mas estou exausta de ir dirigindo sozinha a todos os lugares (humptfff!!)

Para os que estão achando que surtei => (é provável) *risos*.
Entretanto, todos estão carecas de saber, eu inclusive (que não estou careca), que príncipe encantado não existe. E homem heterosexual disponível, hein, hein???  (Resposta nos comentários só se for positiva, rs)

napoleao-rv 

Waterloo é aqui!

(imagem capturada durante a Alvorada nos festejos de Yemanjá em Salvador – clique para ampliar)

[ foto: Sarah K ]

A vida anda tão dura…
Vive ultimamente a testar insistentemente minha capacidade de rir dos meus problemas e desatinos.
Não sei se ela sabe, mas eu rio mesmo, sem temor algum…

E sonho navegar por uns mares… uns desejos vulgares.
Estou agora aqui, muito bem acompanhada. Olhando as fotos que acabei de fazer, sentadinha na areia, notebook no colo… Ele ri prá mim… Eu? Boquiaberta e admirada, enquanto CéU canta … “menino bonito, menino bonito ai, ai menino bonito… é tudo o que eu posso lhe adiantar, o que é um beijo se eu posso ter o teu olhar?”

Sonhar custa nada e ainda apetece o corpo e a alma.
Muito mais o primeiro, evidentemente!!

 

[ mais fotinhas AQUI ]

(fotos: Paulo Teófilo/AgNews)

sem idéias
meio ôca

existe o vazio?
penso no ôco do côco
um ninho de água
a água se espalha
se molda suavemente: adaptação
mata a sede e refresca

o côco é verde
e o verde?
esperança!
me sinto ecológica
abraço a natureza
esperançosa

a polpa é branca
penso na paz
me espalho
no verde
em paz

olha!
idéias brotaram
do vazio branco
e fertilizadas pelo verde
espalharam-se

Hoje um post bem à moda “querido diário” (coisa rara aqui).

Estou gripada e de molho em casa… um muito na cama, um pouquinho no computador (que vício!), tomando chazinho de limão, tentando assistir um dvd e observando a rotina doméstica.
Tsc, tsc… se tem uma coisa que detesto são tarefas domésticas, todas sem exceção, principalmente passar roupas e dobrá-las para que fiquem impecáveis, daquele mesmo jeito que as encontramos empilhadinhas sobre prateleiras em lojas.

Infelizmente do mesmo modo que não tenho o mínimo talento nem paciência para arrumar, me faz um bem enorme vê-las todas empilhadinhas e bem passadas, enquanto a simples visão da bagunça de roupas amassadas e mal arrumadas me irrita horrores (maluquices de quem tem ascendente e lua em Virgem).  😛

Outro dia, sem querer, descobri o “Camiseta Dobrator Tabajara“. Com ele qualquer closet nunca mais será o mesmo, dizem que parece coisa de engenheiro ou de arquiteto, mas eu asseguro que é coisa de Virginiano doido mesmo (risos).
Bem… agora só preciso descobrir a engenhoca que passe muito bem as roupas, pois a daqui de casa tem duas mãos e amassa muito bem, obrigado.

( Nota ao leitor: não precisa dizer que eu posso ir a uma lavanderia. Eu não quero, tá bom?! )

Na falta de algo melhor prá fazer, vejam o “Camiseta Dobrator” em ação aí embaixo, é rapidinho!

Gente, sei que ando sumida, que estou em falta com alguns memes. Vão me desculpando por favor, é que as 24 horas do dia têm sido poucas.

Enquanto não volto com força total divirtam-se no salão de beleza … E olha que eu nem gosto tanto (de salão, ok!?).  [risos]

Como vocês podem ver aí do lado, na barra lateral, tem um gatinho que trouxe o bolo para comemorar o niver do **idéias**. Tudo bem, eu até gostei, mas o que eu queria mesmo era um outro gato fazendo a festa.
Aí vocês me perguntam “que gato Sarah?” e eu digo “o marido da Angelina, pode!?”

Tá bom, tá bom, é um pouquinho difícil, mas como sonhar ainda é totalmente free, inclusive de impostos, deixo aqui meu desejo, antecipando a comemoração do niver do blog que será neste domingo, dia 20.

Confesso inclusive que estou um tanto esperançosa, pois acabei de descobrir uma antiga ocupação do gato em questão. Brad, quando estudante da universidade de Missouri, com mais seis colegas integravam um grupo intitulado “Dancing Bares“, animava festas de garotas que completavam 21 anos, dançando para a aniversariante, completamente nu, apenas com um travesseiro cobrindo o rosto. Que festa chata né?
Bem… se aqui e agora ele não quiser tirar a roupa (de repente ‘la Jolie’ fica enciumada), não tem problema, num look assim já me satisfaz!
Chears!!

[ fonte e foto: Blog da Bárbara ]

[ trilha sonora da festa: Fernanda Takai… curta o novo cd aí no iPod na barra lateral ]