Última Gota

Publicado: 26/01/2008 em água, cotidiano, ecologia, meio ambiente, sustentável

É preciso realmente fechar a torneira.

Volto a bater novamente na mesma tecla – o consumo consciente da água. Daqui há 12 anos, se as temperaturas médias do planeta continuarem a subir no ritmo atual, milhões de pessoas passarão a sofrer com a escassez de água (dados do IPCC).

ultima_gota.jpg

Naturalmente só um louco não sabe que dentro da sociedade capitalista que vivemos, a economia, hoje globalizada, é a base de tudo. Partiremos daqui para entendermos o ponto crucial da questão. Sabemos o quanto de água é necessário para fazer a economia funcionar? Vejamos!  

  • Cada litro de gasolina que consumimos diariamente utiliza 2,5 litros de água na sua produção.
  • Safras destinadas à produção de bioenergia, em média, utilizam pelo menos 1000 litros de água para produzir 1 litro de biocombustíveis.
  • A produção de uma simples camiseta de algodão necessita de 2,7 mil litros de água.
  • O pão nosso de cada dia consome 4000 litros de água na produção de 1 kg de trigo.
  • Para ter o filet em nossa mesa são gastos 16000 litros de água para produzir 1 kg de carne bovina.
  • Não acabou! Imaginem  ainda que para as cidades e industrias funcionarem (geração de energia, cimento, química, aço, mineração, etc) são necessárias mais algumas toneladas de água.

A solução encontra-se em parte em ações coletivas por parte das empresas, que já se mobilizam numa reunião internacional – Encontro Anual do World Economic Forum em Davos na Suiça, onde pretende-se discutir e propor soluções através de parcerias público-privadas e conscientizar/alertar a sociedade civil para a necessidade de novas posturas antes que uma crise de grandes proporções se instale.

Outra parte seriam as ações isoladas, dos cidadãos, ou mais claramente, as NOSSAS AÇÕES: evitar o desperdício, ter posturas mais conscientes diante do consumo desenfreado (não só de água), adotar um comportamento sustentável como cidadão e indivíduo (veja dicas no final do artigo).

Num futuro não muito distante a água pode se tornar um bem de consumo extremamente caro e de acesso restrito. Há quem defenda a tese que a terceira guerra mundial será motivada pela crise da água. Já pensaram nisto? Tem lógica, não existe alternativa, nem substituto, todos os setores a utilizam na produção dos bens de consumo e na geração de energia, (sobre)viver e desenvolver significa ter água. A água é local, os grandes mananciais de água serão pontos de grande tensão e disputa.

Preciso dizer mais alguma coisa??

Conscientizando:
Dicas
Fechando a torneira
Freio no consumo
Ações no dia-a-dia
Carne e meio ambiente

FONTE: Gabeira.com

Anúncios
comentários
  1. w.Moscolini disse:

    Será que tem alguém realmente preocupado com isso além de nós?

  2. Claudia disse:

    Não precisa mesmo dizer mais nada.
    Esse caso é o maior problema da humanidade e a maioria nem liga.
    Sobre sua dúvida, sim, estou de férias, e estou meio sem saco de internet. Sei q me entende… rs…
    Mas já, já, eu volto.
    Bjo p vc.

  3. Cejunior disse:

    É um assunto sério mesmo. Água vai valer mais do que petróleo e é possível que se matem por isso.
    E será que estamos mesmo cuidando da nossa água ?
    Um beijo e bom fim de semana.

  4. Lidiane disse:

    REcebi um email do Greenpeace sobre a destruição (pelo homem) das geleiras no Chile por causa da exploração de ouro.
    Inacreditável.
    Inacreditável.

    Espero que um dia isso acabe, antes que a gente se acabe antes.

  5. mariposo-L disse:

    Sara esse assunto é muito preocupante mesmo, fico lendo um monte de coisas sobre o assunto e cada vez, sei menos o que “eu” devo fazer, por exemplo vou citar uma único exemplo, o caso do filé , aqui em casa carne vermelha é só um dia por semana, por conta disso que vc comentou e mais um detalhe por incrível que pareça, no Brasil o que mais despeja Gas Metano que contribui para a geração de gases do efeito estufa (GEE), são os nossos rebanhos, por outro lado se comemos muitas verduras que consomem agua …. acho que por ai vc entende como fico perdido… vc evita de um lado e dana do outro ….

    Ainda acredito mais no controle “Total” de natalidade ….

    Beijão

  6. Rob disse:

    Sarah, você tocou no ponto fundamental: é policiando NOSSAS pequenas ações que se faz diferença.

    Os números assustadores podem dar a idéia errada de que a culpa é dos grandes industriais e agricultores. Mas os números são inchados por não levar em conta que na maior parte dos processos citados a água não é “consumida” e sim utilizada e devolvida. Em outros casos a água é recirculada e utilizada diversas vezes. Sem contar que, no caso da gasolina, a combustão de um litro de gasolina gera cerca de 1 quilo de vapor d’água.

    Imagine se alguém fizer a seguinte conta:

    (precipitação pluviométrica na região amazônica) x (área da Amazônia) x (diversos anos)

    e concluir que para manter a floresta amazônica são necessário zilhgões de litros de água. A conta, evidentemente, é correta, mas a interpretação é falsa.

    O problema da água está muito mais ligado à degradação do que ao uso. Usar água e devolver ao mesmo sistema hídrico em condições adequadas (que por sinal é exigência legal para indústrias no Brasil) tem pouco impacto. Atitudes menos perceptíveis, como descartar baterias contendo cádmio ou mercúrio no lixo comum, podem ajudar a contaminar uma massa enorme de água tornando-a imprópria ao consumo.

  7. Bill disse:

    Parece que quando se fala de problemas a logo prazo, quase todo mundo não se importa, é como se fosse problema dos outros…
    Se esquecem que 12 anos passam voando, que se não estiverem aqui para ver esse caos, seus filhos, parentes, amigos, etc… estarão…

    Triste ver esse descaso.

    😦

  8. Amélie disse:

    E o pior é que isso tudo é uma grande verdade, daquelas que estão na cara, mas que infelizmente não se impõe.

    Beijos.

  9. Sarah K disse:

    Gente,
    infelizmente, a maioria das pessoas pensa que a água não vai acabar nunca … uma visão meio fantasiosa regada pelas facilidades do abastecimento …
    Abrir uma torneira é muito fácil ….. fechar, quase ninguém se preocupa.
    Triste realidade.

    😦

  10. Dani disse:

    ó, ando sumidona – sem comput ou net em casa. odíu lan house.

    adoro vir aqui, viu?

    num é que você me achou no orkut minina?!

    tomara nossa voz não secar. enquanto tivermos saliva, vamos falar. se ela não seca, o protesto vive. faço questão de usar água com consciencia. e faço quem me cerca usa-la responsávelmente também.

    bjo Sarah 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s